segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Não rir é o melhor remédio

Olá.
O assunto que vou tratar hoje é tão sério que nem a personagem principal da história pode rir.
Explico a seguir.
Segundo o Daily Mail, jornal britânico, o menino, de nome Bradley Burhouse, é vítima de uma rara doença no coração e que, por causa disso, não pode ter uma vida normal como as demais crianças.

Ok, Welton. O caso desse menino é raro, mas não é o único. Tem muitas crianças com esse problema. Por que falar logo dele?
É por que essa me chamou atenção pelo fato de um simples sorriso ou mesmo uma risada de leve ser motivo suficiente pra causar uma morte súbita.
Aí, amigo, literalmente não dá pra rir numa situação dessas. A qualidade de vida fica limitada.
Bem, felizmente, tal doença pode ser controlada com o uso de comprimidos ou cirurgia. Contudo, os médicos ainda estão estudando uma melhor forma de conduzir esse tratamento por ele ser uma criança. Um erro pode ser fatal. Por isso, melhor esperar pra ver o que acontece.
Contudo, pelo menos pro primeiro momento, apesar de não ser médico, posso sugerir um paliativo interessante para esse problema.


O DVD do Zorra Total. Coloque essa criança pra assistir de forma intensiva. Ele não vai ver mais graça em nada por um bom tempo. Só o tempo de viabilizar o tratamento e a cirurgia. Tratamento este que já apresentamos em outra oportunidade para uma menina que não parava de rir.
Sim, isso foi só uma tentativa de dar uma suavizada no assunto com bom humor cá entre nós. É lógico que estamos torcendo pela sua pronta recuperação.
Veja mais sobre esta história comovente aqui.
Abraço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.