quarta-feira, 16 de março de 2011

Um BBB sem vencedores: e por que não?

Olá.
Depois de um recesso de carnaval, estamos de volta.
E com um tema que todo brasileiro ama, odeia, mas nunca ( eu disse NUNCA) fica indiferente.
O famigerado Big Brother Brasil.
E minha tarefa não é criticar nem elogiar e sim, fazer uma proposta para que este realmente respeite a vontade da maioria.
O BBB é um programa onde cerca de 15 pessoas disputam um belo prêmio em dinheiro e o vencedor de cada edição é escolhido devido a uma série de fatores, como carisma, estilo de jogo, status quo e outros.
A questão que eu quero colocar é que nem sempre as edições do BBB tem alguém que realmente se destaque e, portanto, mereça ganhar o prêmio. Em muitas edições, a bolada vai para o menos pior, porque enfim, o prêmio tem que ir pra alguém. E, pelo andar da carruagem...
O que eu defendo é que as pessoas não tenham que dar o prêmio milionário pra participante medíocre, ainda que ele seja o menos medíocre dos medíocres. Minha proposta é que, além dos finalistas do programa, exista uma quarta opção.
Como assim, Welton? Que quarta opção é essa?
É a de que o prêmio do programa não vá pra nenhum dos participantes.



"O público decidiu e o 1 milhão e meio... fica aqui na Globo. Venham ganhar salário mínimo aqui fora, bando de liso!"


Explico: vai que a maioria da população conclui que nenhum participante é digno de ganhar a premiação. Totalmente possível se a Globo não desse somente a opção de votar em algum dos participantes.
Então, se houver essa opção de não haver vencedores por falta de critério mínimo a ser definido pelo próprio telespectador, vai ser benéfico até pra melhorar o nível dos próximos programas. Com a possibilidade de não ganhar o prêmio nem chegando à final, quem sabe, as posturas não mudam?
Sem falar que com certeza, isso é uma demanda geral e não só deste blogueiro que vos escreve. Em qualquer competição, tem que vencer o melhor, não o "menos pior".
Abraço.

2 comentários:

  1. Welton querendo trollar os participantes do BBB, kkk! Eu acho que ia ser massa ainda mais se eles doassem o prêmio que ninguém ganhou para caridade!


    ^^

    ResponderExcluir
  2. "O público decidiu e o 1 milhão e meio... fica aqui na Globo. Venham ganhar salário mínimo aqui fora, bando de liso!"

    HUAHAUHSAUHSUAHSAU!!!

    Taí, Welton... eu não tinha lido essa postagem ainda.

    A ideia é boa e, veja só, vai bem de encontro naquela outra teoria, a de que se o voto nas eleições não fosse obrigatório, o brasileiro que se dispusesse a votar votaria melhor e os políticos caprichariam em suas competências.

    ResponderExcluir

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.