segunda-feira, 15 de novembro de 2010

Fórmula 1, muito prazer. Meu nome é Sebastian Vettel

Olá.
Devo dizer que o resultado do campeonato da Fórmula 1 me deixou deveras satisfeito. Há muito tempo não víamos um título tão merecido com todas as letras como ontem. Não foi o título que caiu no colo de um piloto. Não foi o título de quem se respaldou no apoio incondicional da equipe pra conquistá-lo. Não foi o título daquele piloto regular que só tinha como diferencial um carro que sobrava em relação aos demais.
Ganhou sim um piloto que realmente ganhou usando única e exclusivamente o seu talento e que superou até mesmo a desconfiança de algumas pessoas em relação à sua pouca idade e a sua forma arrojada de dirigir. Trata-se do mais jovem campeão mundial de Fórmula 1, Sebastian Vettel.
Maaaaaaaaas, é claro que ainda houve quem defendesse que o campeão não deveria ser ele por causa dos erros que ele cometeu ao longo da temporada. Ora. Entendam a diferença. Uma coisa é um cara que erra de vez em quando porque arriscou tudo por um resultado melhor na corrida. Outra, completamente diferente, é errar sempre porque é incompetente. E é muito fácil apontar um único erro em meio aos inúmeros acertos. E vamos combinar que Vettel teve bem mais acertos do que erros, tanto este ano como na sua carreira como um todo. Vettel ganhou um ponto logo no seu primeiro GP de Fórmula 1, quando substituia Kubica em 2007, já demonstrando competência. Mais tarde, conseguiu sua primeira pole e sua primeira vitória numa equipe considerada média pra pequena e logo no tradicional GP da Itália em Monza. Isso e seus ótimos resultados o credenciaram a ir para uma equipe que estava já chegando ao nível das grandes equipes:  a Red Bull Racing. E digamos que ele foi um dos responsáveis diretos pela consolidação da Red Bull como equipe grande. Em 2009, Vettel ainda conseguiu o vice campeonato depois de um amplo domínio da equipe Brawn e um reação incrível da Red Bull. E agora, o jovem piloto entra pra história e se consolida definitivamente como um grande piloto.
E, vamos combinar. Muitos acham que ele não era o piloto certo pra ser o campeão este ano.  Porém, se formos analisar os principais rivais, veremos que o título nãopoderia estar em melhores mãos. Fernando Alonso, bicampeão mundial, tem talento inegável, maaaaaaas, acha que, pra vencer, os fins justificam os meios. E, com certeza, só chegou à condição de postulante ao título porque teve dedicação integral da equipe mesmo nas corridas em que Felipe Massa esteve melhor. A prova cabal disso foi que precisou que a equipe mandasse Felipe dar passagem a ele. Eu pergunto sinceramente: será mesmo que um cara que tem que exigir atitudes da equipe merece ser campeão? Será que Alonso não tem talento o suficiente para chamar para si a responsabilidade de conquistar os resultados?
E do outro lado, temos Mark Webber. Um piloto rápido, experiente, mas ainda assim, nunca foi brilhante. E este ano só teve a felicidade de ter um carro acima da média pra conseguir pela primeira vez disputar o título. Mesmo assim, não foi o suficiente pra ser campeão, já que faltava o "algo a mais". E, vamos combinar: já chega de termos como campeões pilotos certinhos, mas sem talento e sem fogo nas ventas.
Por essas e outras que digo que o triunfo de Vettel foi importante. Foi a vitória de um piloto que tem o talento, teve um bom carro e, mais do que nunca, chamou toda a responsabilidade para si e bateu o pé quando a equipe considerou a hipótese de fazer o jogo de equipes em favor de Webber por medo de que os dois perdessem para o Alonso. De quebra, calou a boca dos críticos e entrou para a história. Arrisco-me a dizer até que já estamos diante de um futuro gênio da Fórmula 1. Potencial ele já mostrou que tem desde o primeiro minuto dele na maior categoria do automobilismo mundial. Agora vamos esperar as próximas temporadas para ver o que este alemão ainda vai aprontar na Fórmula 1.
Abraço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.