segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Voto obrigatório: a maior contradição da democracia brasileira


Olá.
Bem, estamos em época de eleição, coisa que me interessa muito e que, sinto muito dizer, mas interessa a você também. Afinal, como eu já disse, é o futuro de nosso país que está em jogo. Não é qualquer coisa.
Já falei muito aqui da importância do voto e vivo batendo nessa tecla em todo post sobre política que eu faço. Maaaaaaas, agora eu venho propor uma reflexão sobre algo que, na minha humilde opinião, é um dos fatores que atrapalha (e muito) o andamento do estado democrático de direito do nosso Brasil.
O voto obrigatório.
O voto obrigatório é adotado no Brasil desde 1932, com o Código Eleitoral de Getúlio Vargas e permanece até hoje. O princípio da lei é bonito: todo cidadão poder ter a oportunidade de escolher seus representantes. Sim, seria muito bonito mesmo se não fosse por um detalhe: a pessoa tem que votar mesmo que não queira. Resultado: vota em qualquer um ou em quem já detém certo poder em uma região ou em quem compra voto.
E vem cá? Que raio de democracia é essa em que a gente é obrigado a fazer alguma coisa? Sim, é verdade que existem as opções de voto branco e nulo. Maaaaaaaaas, será mesmo que é preciso que eu perca tempo indo votar em ninguém? Será que não é melhor eu ocupar meu precioso domingo com outra coisa, já que eu não tô a fim de votar?
Pois é, é isso que eu defendo. Que todo mundo tenha direito a votar sim. Que tenha direito de escolha sim. Maaaaaaas que tenha o direito de escolher não escolher, se for o caso.
E não estou aqui advogando em causa própria. Eu, com certeza, nunca deixarei de votar por saber da importância que é escolher meu representante e quero acompanhar de perto a escolha destes. Maaaaaaas, defendo sim que a pessoa que não se interessa por política ou simplesmente não tá a fim de votar possa optar por não fazê-lo.
Bem, o meu intuito com esse post é levantar a discussão. Se você concorda, podemos começar um movimento de iniciativa popular para aprovarmos o fim da obrigatoriedade do voto, tendo em vista que, conhecendo nossos governantes, essa lei nunca partiria deles. Lembre-se que muitos desses cidadãos são beneficiados pelo simples fato do voto ser obrigatório. Explico: apesar de o voto ser secreto, ainda é possível para muitos políticos conseguir um controle de votos. Com o fim do voto obrigatório, pode até ser que o voto de cabresto e o curral eleitoral não acabe, mas vai diminuir um bocado.
Enfim, se você concorda com o voto obrigatório, pode opinar nos comentários. O que você acha? Será que ainda vale mesmo a pena obrigar a população a votar contra a vontade? Reflitam.
Enquanto a possível lei não é nem discutada, vamos fazer mais um esforcinho e votar direito, com consciência, pesquisando bem a vida dos candidatos e, após a posse, continuar cobrando dele as ações necessárias.
Abraço.

24 comentários:

  1. Eu acho que eu tentei fazer um texto a respeito do tema lá no Discordando do Mundo. Não sei se você chegou a ler. Eu acho interessante essa questão, eu acho que a própria questão da inadimplência eleitoral serviria para mostrar um pouco do crédito ou descrédito com as instituições políticas.

    ResponderExcluir
  2. Sinceramente? Acho que se o voto nao for obrigatório, poucas pessoas, mas pouquíssimas mesmo iriam votar. Até aquelas que se interessam por política... imagina só a cena. Um dia de domingo, dia de descanso, você lá dando bobeira e eis que precisa ir votar, mas agora só precisa ir se quiser... tentaçao, nao? Na hora muitos iriam desistir. Com exceçao dos que realmente sao conscientes. Acho que o que falta mesmo é consciência política e menos interesse pessoal. O que já desacreditei nisso faz tempo. Porque se existem políticos corruptos, eles existem a começar pelo povo. Muitas das pessoas votam por interesse próprio e nao coletivo. Logo a culpa é de muitos cidadaos, afinal, eles mesmos que escolheram os seus "representantes".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo3/7/13

      Raquel, o voto obrigatório favorece corrupção dos dois lados: isto é do político e do cidadão que dá seu voto.
      Pense nisso.

      Excluir
  3. Sem contar que isso é burrice. Porque se você só pensa em si e vota pensando no seu bem estar, uma hora os males ao redor acaba te afetando. Nao tem como se dar bem enquanto o país vai de mal a pior. De alguma forma acaba sendo atingido.

    ResponderExcluir
  4. Tudo isso também porque as pessoas não sabem pensar no futuro, só no "agora". Que adianta trocar seu voto por uma mesquinharia e destruir o que está por vir? Tem "pão e circo" hoje, mas passa privações "nos amanhãs".

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Anônimo5/2/14

      Raquel, se o Brasil não tentar colocar o voto não obrigatório nunca vamos saber, você chamaria isso de democracia que obriga as pessoas a votarem senão correm o risco de sofrer penalidades. Pra mim parece mais uma democracia disfarçada de ditadura. Pois o voto obrigatório favorece aos políticos corruptos. Há pessoas que no dia da eleição quando não tem a quem votar elas preferem pagar a multa do que perder tempo em votar nulo.
      Por isso eu sou a favor do voto não obrigatório no Brasil.

      Excluir
  5. "Acho que se o voto nao for obrigatório, poucas pessoas, mas pouquíssimas mesmo iriam votar"

    OU SEJA, os políticos teriam também de convencer as pessoas a votarem. Isso sim seria interessante. Se o voto é obrigatório, então ele deixa sistematicamente de ser um "direito".


    "apesar de o voto ser secreto, ainda é possível para muitos políticos conseguir um controle de votos." - É o chamado curral eleitoral! Dia desses eu tava passando na frente de uma casa pobre, e tavam passando um vídeo de ninguém menos que NELSON TRAD, o deputado que agrediu Mônica Iozzi. Tá querendo se reeleger. Será que esse ser conseguiria se o voto não fosse obrigatório?

    Em países onde o voto não é obrigatório, a abstinência muitas vezes chega perto dos 50%. E DAI? Votou quem quis, quem se preocupou. Quem não se interessa, que não se meta e não atrapalhe quem realmente tá preocupado com o país. Ôxi!

    ResponderExcluir
  6. O fato é que são as pessoas que não votariam se pudessem não votar quem elegem os maus políticos. E claro, os maus políticos que estão no poder, sabendo disso, não querem fazer reforma eleitoral, acabando com o voto obrigatório e proibindo as pesquisas se intenção de voto.

    ResponderExcluir
  7. Anônimo19/8/10

    concordo com tudo dito no seu texto

    ResponderExcluir
  8. VOTE BEM - OS DEZ NÃOS

    1º - Não deixe de votar, valorize o seu voto
    2º - Não vote contrariando a sua opinião, o seu voto é secreto
    3º - Não vote para contentar parentes ou amigos, escolha o melhor candidato
    4º - Não venda o seu voto, garanta a sua liberdade de escolha
    5º - Não troque o seu voto por favores, o seu voto é livre e soberano
    6º - Não vote sem conhecer a capacidade e o programa do candidato
    7º - Não vote sem conhecer a competência e o passado do candidato
    8º - Não vote sem conhecer o caráter do candidato, o seu voto merece respeito
    9º - Não deixe nenhuma pesquisa mudar o seu voto, use de sua firmeza
    10º - Não vote em candidato com Ficha Suja, deve ser Ficha Limpa
    www.monav.com.br
    ESCOLHA BEM NA HORA DE VOTAR


    Divulgação das mensagens
    Citando a fonte, fica autorizada pelo Movimento Nacional Pela Valorização do Voto - MONAV- para todos os meios de comunicação, desde que se respeitem as leis do País, a divulgação de todas as suas mensagens dirigidas aos eleitores.

    ResponderExcluir
  9. Anônimo2/10/10

    de que adianta votar nesse pais, se os memos calhordas são sempre eleitos, por que a maioria votante não tem consciência politica e nem sequer pesquisa sobre os seus candidatos, são levados a votar pela emoção e naõ pela razão, eu não quero ser obrigado a votar, pois muitas vezes pessoas que merecem não são eleitas, e jogo meu voto fora.... por isso quero ter o direito de escolher de votar ou não.. maldito seja o cara que criou o estado.... malditos sejam os regimes..

    ResponderExcluir
  10. Anônimo5/10/10

    DEMOCRACIA OU DITADURA NA ELEIÇÃO
    FALSA DEMOCRACIA , SOMOS OBRIGADOS A VOTAR,
    COM ISTO ACABA ACONTECENDO O CASO DE VOTAR EM PESSOAS DISPREPARADAS SO POR DESCASO, COMO O CASO DO PALHAÇO TIRIRICA
    SE NAO FESSE OBRIGATORIO OS POLITICOS TERIAM QUE FAZER DE TUDO PARA NOS CONVENCER, ISTO SERIA DEMOCRACIA

    ResponderExcluir
  11. Marcos Bastos10/2/11

    Bom dia a todos!
    A todo momento vemos os telejornais dando notícias sobre projetos de leis e outros assuntos ligados aos parlamentares.
    Nunca veremos a imprensa brasileira publicar noticias sobre os gastos que o pais tem com as eleições, pois não é do interesse deles. Se for feito uma auditoria será encontrado onde está o desperdício do dinheiro público, entre outros lugares.
    Vemos a todo momento os comentários sobre o Hugo Chaves, chamando-o de ditador. Pois bem, o voto na Venezuela é F=A=C=U=L=T=A=T=I=V=O, isso sim é D=E=M=O=C=R=A=C=I=A.

    ResponderExcluir
  12. Temos que iniciar um movimento de iniciativa popular para acabar com essa lei que nos obriga a votar.

    Como disse Raquel Farias:imagina só a cena. Um dia de domingo, dia de descanso, você lá dando bobeira e eis que precisa ir votar, mas agora só precisa ir se quiser... tentaçao, nao? Na hora muitos iriam desistir

    Imaginem que hoje nosso futuro é decidido por uma maioria (pessoas que votam por obrigaçao), que na verdade queria era tomar sua cervejinha e ficar em casa), nao vivemos em um boteco!

    O voto tem que ser decido por pessoas que possuem argumentos e consiencia politica, por vontade propria e nao por obrigação.

    Voto é um direito adquirido, e nao deve ser obrigatório.

    Tirica é a prova do repudio... de uma voto obrigatorio, pessoas que poderia ter ficado em casa foram as urnas e uma brincadeira se tornou realidade...

    Vamor criar um Abaixo assinado! temos que ser rapidos

    ResponderExcluir
  13. Achei essa petiçao!

    vamos assinar!
    http://www.peticaopublica.com.br/PeticaoAssinar.aspx?pi=P2011N9189

    ResponderExcluir
  14. Anônimo7/11/11

    otimo texto

    ResponderExcluir
  15. Anônimo16/2/12

    O voto não deve ser obrigatório!
    Um grande percentual da população votam em políticos que melhor promoveram seu marketing por meios inescrupulosos e injustos se comparados com seus concorrentes, é uma votação impensada, por tanto, os votos válidos passariam a representados por pessoas que entendem e buscam uma condição de vida melhor para o país, e não por quem tem um número pregado em sua mente ou um papelzinho a ser usado na hora da votação obrigatória!
    A obrigação condiciona a erros! A liberdade promove progresso!
    Ordem e progresso, e não obrigação e relaxo!

    ResponderExcluir
  16. Anônimo18/4/12

    Veja bem, o voto obrigatório não fere a democracia como muitos pensam. A constituição federal foi promulgada em 1988, porém a comissão para sua elaboração foi formada em 1987 com representantes do povo. Estes representantes expressariam a vontade da população e optaram pelo voto obrigatório com o consentimento de todos. Mas tiveram o cuidado de não colocarem como cláusula pétrea. Logo, uma emenda à constituição extinguiria essa obrigação, só que, infelizmente, a população ainda não atingiu a maturidade politica suficiente.

    ResponderExcluir
  17. Como o voto obrigatório não fere a democracia? Obrigatório não tem nada de democrático... tudo é sempre feito pensando num jeito de dar as voltas e continuar no poder... ou seja, nunca saímos do voto de cabresto, quem pensa que o país deu um passo pra frente, se engana, ele só deu uma voltinha pra agradar o povo e daí ficou essa porcaria que é hoje...

    Quem sempre acaba decidindo as eleições não são as pessoas conscientes que pensam antes de votar e escolhem seus candidatos, mas aquela gente que infelizmente não tem conhecimento de política e vende seu voto por 20, 50 reais, uma dentadura ou uma cesta básica... que democrático, não?

    ResponderExcluir
  18. Anônimo7/10/12

    Eu adoraria se o voto fosse por opção, com certeza não existiria tantas pessoas querendo entrar para a polictica.

    ResponderExcluir
  19. Oh meu querido!!28/10/12

    Li a sua postagem sobre a verdadeira democracia e concordo plenamente com a sua opinião. Como já havia pensado várias vezes, acho que somos obrigados e forçados a votar por decisão de uma lei ultrapassada que deve ser modificada, o mais breve possível. Se pensarmos que temos o poder de decisão através do voto, então usaremos ele para o bem. Vamos fazer uma corrente obtendo um milhão de assinaturas para mudar esta obrigatoriedade, já que somos obrigados a votar, então por que não votar para mudar? Será que os políticos que temos merecem nosso respeito e o nosso tempo?

    ResponderExcluir
  20. Anônimo30/10/12

    Fala-se tanta baboseira, mas ninguém fala no fim desta maldita aberração chamada !voto obrigatório". Se o voto fosse facultativo, muito políticos morreriam de fome, pois não tem capacidade, competência ou autoridade moral para convencer o cidadão.

    ResponderExcluir
  21. Anônimo3/6/13

    Na minha opnião o voto não deve ser obrigatório e sim opcional, se vivemos em uma democracia por que tem que ser algo imposto contra nossa vontade.

    ResponderExcluir
  22. Anônimo24/6/13

    Senhores vamos pensar que um povo sem educação é um povo totalmente manipulável e é isto que esta acontecendo no nosso país.
    Acho ridículo 4 ou 5 guaipecas ditarem as regras por milhões de pessoas e essas mesmas pessoas aceitarem tudo.
    Concordo com essas manifestações desde que sejam pacificas e inteligente seguindo realmente um objetivo e não feitas de qualquer jeito. Precisamos realmente mostrar nossas forças mas de forma correta e consciente senão não mudara nada e ainda vamos ficar como os (ruins) da história toda.

    ResponderExcluir

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.