sábado, 24 de julho de 2010

Seleção Brasileira, Muricy e um vergonha chamada Fluminense

Olá.
Ontem, aconteceu a maior saia justa envolvendo a Seleção Brasileira e, quiçá, o futebol brasileiro.
Tudo se deve, sobretudo, a dois fatores: a afobação da CBF e a mesquinhez do time do Fluminense.
Ontem pela manhã, Muricy Ramalho, técnico do Fluminense que, neste momento em que escrevo é o líder do Brasileirão, foi escolhido para treinar a Seleção Brasileira.

É lógico que o sonho de todo técnico de futebol que trabalhou duro nos clubes por anos é ter essa honra. E é lógico que, quando isso acontecer a um treinador que já está a frente de um clube, este tem que ser compreensivo e liberá-lo, certo?
Errado.
Pensando somente no bem estar do clube e, numa atitude de total deserviço ao futebol brasileiro, o presidente do Fluminense, Roberto Horcades, vetou a ida de Muricy, usando pretexto de um contrato que ele tem até 2012. Muricy, que é conhecido por sua ética profissional, preferiu declinar o convite com a maior dor no peito do mundo só pra não se indispor com o atual clube.

"Que merda! Um timeco tri-rebaixado impedindo o seu treinador de assumir a Seleção do alto de seu pó-de-arroz. O mais baixo da escala do futebol."


Ok, senhores. Eu sei que a CBF pisou na bola ao não consultar o Fluminense antes de negociar com Muricy. Maaaaaaaas, vamos combinar, gente. Pela resposta do Fluminense, eles já não estavam dispostos a deixar mesmo. E, se você analisar com cuidado, vai perceber o tamanho da sacanagem que o Fluminense fez com Muricy.
Senão vejamos. Apesar de não terem sido procurados pela CBF, certamente os dirigentes do Flu já sabiam que a CBF ia sondar o treinador. É só assistir o noticiário esportivo. Soma-se a isso o fato de Muricy ser um treinador de ponta, que ganhou todos os títulos importantes no futebol brasileiro. E, por isso mesmo, o clube carioca já deveria estar preparado para a sondagem e para fazer o que é realmente certo: não impedir o progresso profissional de Muricy e, sobretudo, servir à Seleção Brasileira, que é (ou deveria ser) uma honra pra qualquer clube brasileiro.
Maaaaaaas, o que aconteceu neste episódio foi mais uma demonstração de pequenez do clube das Laranjeiras. O Flu teria sim condições de contratar um bom técnico pela campanha que faz no Brasileirão, assim como a Seleção já vai buscar outro técnico. Falou-se muito em "quebra de contrato" e "honra de compromisso" no discurso dos tricoletes. Maaaaaaaas que moral eles têm pra falar disso? Eles, só no ano passado, tiveram sete técnicos, sendo um dos clubes do Brasil que mais trocou de treinador nos últimos 2 anos. Lógico que não houve cumprimento de contrato nem honra de compromisso por parte do Flu. Agora eles vêm com essa? Faz favor!
Eu não vou muito longe pra dizer porque o Flu está errado. Vejamos o exemplo do Ceará. Ceará era praticamente líder do campeonato deste ano quando o Vasco sondou PC Gusmão. PC já tinha contrato com o Ceará, mas preferiu abrir mão desse contrato pra fazer aquilo que era melhor pra ele, que era voltar pra perto da família no Rio. Mas ou menos o que Muricy queria fazer: melhorar na carreira. O Ceará entendeu as razões dele e, numa atitude ética, liberou PC pra negociar com o Vasco. Esse é o ponto. O Fluminense não entendeu o tamanho do absurdo que fez ao impedir um técnico de realizar o maior sonho em nome da mais pura mesquinhez.
Agora o mal já foi feito. Vamos esperar que o próximo treinador da Seleção tenha sucesso na campanha até a Copa. Quanto a Muricy, desejo sorte a ele também. Ele vai precisar para permanecer no Flu pelo menos até o final do ano, visto que o tricolor das Laranjeiras não costuma ter paciência com seus treinadores quando as coisas começam a não dar certo. Oremos.
E hoje, mais do que nunca, posso afirmar: Fluminense, nada pode ser menor.
Abraço.

5 comentários:

  1. Eu acho que eu já disse antes, futebol é negócio e não religião. Tudo se dá por dinheiro, contratos e legalidade. Para o Fluminense, se eles podem, manter o Muricy deve ser melhor para o time por que provavelmente o time vai mais longe e consequentemente ganha mais dinheiro. Sinceramente, eu acho que o clube tá certo.

    ResponderExcluir
  2. Entenda. Pro clube foi um ótimo negócio sim. A questão é que pro próprio Muricy foi uma merda. Ele já está com uma certa idade. Ele dificilmente terá outra chance de treinar a Seleção porque vai perder tempo treinando o Flu. E outra. Na primeira sequência ruim de resultados, ele vai dançar. Na seleção, ele ia ficar ao menos os 4 anos até a Copa. E técnico, o Flu arranjava outro, como a Seleção achou outro. Mas pro Muricy, a oportunidade passou. Esse foi o ponto a que quis chegar.

    ResponderExcluir
  3. Aí que está pelo que eu vi até agora, o Muricy não aceitou por que o Flu não liberou ele. O caramarada ia ter que pagar uma multa contratual que sinceramente eu não tenho a mínima idéia se o Muricy teria condições de pagar... Pelo menos pelo que eu acompanhei, não me parece ter sido só falta de vontade.

    Infelizmente, futebol por mais que as pessoas sejam apaixonadas pela seleção ou pelos seus clubes é um negócio e como profissional o cara tem que engolir esse tipo de sapo.

    E o pior de tudo é que eu acho que você tem razão quanto a essa questão das instabilidades dos técnicos no futebol brasileiro, a maioria dos times demite facilmente qualquer técnico que faça uns 4 ou 5 jogos sem vitória. Se duvidar até por menos.

    ResponderExcluir
  4. fala aí welton, na minha opinião em relação ao murici,concordo com vc,mas em relação a seleção,dita cbf não acho que o clube tem que ter honra em ter seu treinador escolhido para o cargo uma vez que seu ricardo teixeira dentro de sua prepotencia e arrogancia se achou no direito de tirar um treinador de um clube que se preparou para um campeonato importante como o brasileiro,para apenas dois amistosos que é o que terá a seleção esse ano. em tempo aproveito para falar da minha indignação com o presidente da cbf que escolhe como tecnico alguem que nunca havia sido treinador de nada. isso sim é falta de respeito com todos os outros treinadores do país, como quando ele escolheu o dunga,e ele não responde por isso, o tecnico cai e ele continua no cargo com toda a pose.é a ditadura que impera na cbf por mais de vinte anos, já passou da hora de rever esses conceitos. um forte abraço.

    ResponderExcluir
  5. Demétrius Medrado Alves29/7/10

    O Fluminense está errado?

    Você observou o ápice da mazela, da desorganização, da falta de ética, do desmando e da falcatrua a qual chegou a CBF e o seu presidente ditador de quinta-feira, dia 22/7, após o jogo do Fluminense contra o Cruzeiro e se estendeu até o dia 26/7, segunda-feira, na hora da convocação da seleção brasileira?

    A CBF que é o órgão máximo do futebol brasileiro e que deveria fomentar o desenvolvimento da organização na condução do futebol pelos clubes dela afiliados, por uma questão de sua própria desorganização ao ter convidado um técnico tampão, há quatro anos atrás, para dirigir a
    seleção e esse técnico por um motivo ou outro (sorte, competência ou por ter um grupo de talento muito superior aos demais grupos das outras seleções) obteve sucesso em sua empreitada, foi mantido na Copa do Mundo, sendo que nessa competição não conseguiu o resultado esperado, dispensou o mesmo sem um plano B.

    E para resolver esse seu próprio paradigma de desordem, convidou os técnico de dois de seus próprios afiliados, o primeiro o Muricy Ramalho, do Fluminense e o segundo o Mano Menezes, do Corínthians, ambos com contratos vigentes em seus clubes. Promovendo, assim, a desordem na tentativa da condução organizada e planejada do futebol desses dois seus afiliados.

    O pior ainda foi como tudo isso foi conduzido.

    A CBF convidou o técnico do Fluminense, sem nenhum pudor, através de um encontro para um cafezinho num clube da alta sociedade carioca, se deixando filmar por toda a imprensa, mas sequer conversou com clube Tricolor, ao qual, por ela ser o órgão maior do futebol brasileiro, deveria ser o primeiro a ser comunicado, em sendo o Fluminense, um dos seus afiliados.

    Em função da negativa do Fluminense, a CBF, então, convidou o técnico do Corínthians, deixando claro que essa era uma segunda opção.

    Como o presidente do Corínthians foi também o chefe da delegação brasileira que foi a copa do mundo da África do Sul, e por isso, tem um bom e suspeito relacionamento com o presidente da CBF, liberou o técnico do seu clube para dirigir a seleção.

    O Mano Menezes assumiu a seleção na segunda e no mesmo dia já fez a primeira convocação...! Chega a ser ridículo o nível de desorganização...!!!

    Sendo que na lista de convocados há jogadores envolvidos na disputa da final da Copa do Brasil e na semi-final da Libertadores.

    Tudo errado!

    Foi o maior exemplo de incompetência, covardia, desmando, despreparo, prepotência e todo e qualquer adjetivo negativo que pudermos ilustrar contra a CBF e o seu presidente...

    Porém, dessa vez os dirigentes do Fluminense pela primeira vez tomaram uma atitude correta e peitaram a CBF.

    Lá vem chumbo grosso por aí... O Flu será garfado a todo momento... Olho nesse detalhe!!!

    E eu ainda ouvi no meio dessa maracutaia toda a seguinte pérola:

    "- Será que o Fluminense será tão honesto com o Muricy quanto o Muricy foi com o Fluminesne??"

    Eu gostaria muito que isso ocorresse, pois isso significaria que o treinador estará fazendo um bom trabalho. Mas, todos nós conhecemos
    como é a vida de técnico de futebol, principalmente no Brasil, no Rio de Janeiro e no Fluminense.

    Não acredito que o Muricy ficará até 2012 no cargo. Porém, se a sua demissão ocorrer, independentemente de quando ocorrer, isso será um
    assunto entre ele próprio Muricy e o seu empregador, o Fluminense. Em nada interessará à CBF. Ao contrário do que quase ocorreu na última
    sexta-feira.

    ResponderExcluir

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.