quarta-feira, 10 de março de 2010

A cópia da cópia: Claudinha Leitte eslovena

Olá.
Todo mundo conhece a cantora baiana (que na verdade é fluminense), Cláudia Leitte (a.k.a. Claudinha Milkk). É aquela que imita a Ivete Sangalo tanto na voz como no jeito de ser e, ainda assim, é mais fraquinha.
Maaaaaaaas, acredite, caro leitor. Existe alguém que é menos original ainda e foi capaz de dar o Crtl-C e Ctrl-V na própria Claudinha Milkk. E foi lá na Eslovênia, meu povo.

"Sa-fada, ca-chorra, sem vergonha..."

O nome da criatura é Rebeka Dremelj (leia "Dremeli") e ela foi capaz de fazer uma versão eslovena do chicletão da Cláudia.
Maaaaaaas não adianta eu falar. Você tem que ver e ouvir a coisa.
Sofra com a "Exttravasa" eslovena:



"Brez obraza, libera e joga tudo pro ar..."

E nós achando que só as bandas de forró e tecnobrega é que eram sem noção e parodiavam as músicas alheias. Maaaaaaas, já tou vendo que falta de noção é um problema mundial.
Veja bem. Se até a cópia tem qualidade aquém do original, que dirá a cópia da cópia.
Mas sei lá, de repente aqui também vale a lei do "copião que copia de copião tem 100 anos de perdão".
Haha.
Maaaaaas, confesso que achei interessante essa versão da nossa amiga "Rebekka". Pura magia baiana!
Vi essa lindeza no Risada Forçada.
Abraço e "brez obraza" pra vocês.

4 comentários:

  1. Pelo menos os dançarinos dela tem vergonha de ganhar a vida dançado axé e cobrem o rosto, kkkkk!

    ResponderExcluir
  2. Bom é o cílio postiço voando no final. A-ha-zo.

    ResponderExcluir
  3. afff, mas eu nao duvido nada se descobrirem q a claúdia leite é que imitou a tal eslovena...!

    ResponderExcluir
  4. @Lívia
    Desta vez, Claudinha Milkk é inocente.

    ResponderExcluir

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.