segunda-feira, 14 de dezembro de 2009

O alemão voltou?


Olá.
Parece que vai se confirmar uma especulação que já vinha desde o acidente de Felipe Massa. O piloto alemão heptacampeão do mundo, Michael Schumacher estaria voltando à F1.
Pelo menos é o que afirma um jornal inglês.
Segunda a edição de hoje do Daily Mirror, Michael Schumacher e a Mercedes, que adquiriu recentemente a equipe Brawn GP, chegaram a um acordo financeiro de 20 milhões de Euros para que o heptacampeão defenda a equipe em 2010. Por enquanto, não há confirmação oficial nem de Schumacher nem da Mercedes, maaaaas, tudo indica que o retorno do ex-piloto da Ferrari é uma realidade. Ele ocuparia, portanto, a vaga deixada por Jenson Button, que acertou sua ida para a McLaren.
A verdade é que a volta de Schumacher é um tanto quanto controversa. Para uns, seria fantástico um piloto do quilate e com um histórico riquíssimo como o de Schumacher figurar na F1 novamente. Outros dizem que Schumacher já deu tudo que tinha de dar e que sua era na F1 já passou e o esforço dele pra voltar não passaria de um jogada de marketing dessa nova equipe que se formou a partir da Brawn.
A favor do segundo argumento, pesa o fato de Schumacher já ser um senhor de 40 anos de idade e de já estar sem correr de F1 a duas temporadas. Nesse período, houve várias mudanças nos carros, o que exigiria um período de adaptação, visto que são completamente diferentes dos carros que Schumacher se acostumou a pilotar. Sendo que ele vai disputar com pilotos que já estão pilotando nesses novos carros há bastante tempo. Ou seja, questiona-se se ele vai voltar com a mesma qualidade de antes.
A favor da volta, podemos relacionar, por exemplo, o retorno de Alain Prost à Fórmula 1 em 93, já no alto de seus 40 anos (idade que hoje tem Schumacher), que culminou sendo triunfal, já que ele foi campeão incontestável daquela temporada. Porém, Prost não estava tão afastado assim e, depois dessa temporada, ele encerrou de vez a carreira. Além disso, ele não pegou um carro tão mudado quanto o que Schummy vai pegar em 2010.
Maaaas, dizem que talento é uma coisa que não se esquece e que Schumacher pode sim estar correndo em alto nível. Porém, é bom os fãs do alemão já se prepararem para o pior, pois a adaptação será difícil, já que Schumacher tá a dois anos sem correr e já não é mais um menino.
Certamente, a parte positiva será o marketing mesmo, já que só o nome de Schumacher já é algo que desperta interesse no universo da Fórmula 1. Pessoas voltarão a assistir corridas, o que pode ser um santo remédio para a crise financeira que andou rondando a principal categoria do automobilismo mundial.
Ok, resta esperar a confirmação da volta do alemão. E, se confirmada, aguardar para ver se a volta dele será triunfal ou será apenas um oba-oba passageiro que culminará no fim definitivo de sua carreira.
Abraço.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.