quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Garis com estudo? No Brasil, é possível!

Olá.
Este post é só para retratar a que ponto chegou o Brasil no que diz respeito a oportunidades de emprego.
Os jornais ultimamente noticiam orgulhosamente o crescimento do emprego no Brasil. Ok. O problema é o tipo de emprego que cresceu. Cresceu em quantidade, é verdade. Maaaaas e a qualidade? E se eu estudo pra me empregar numa área cujos empregos não aumentaram?
Pois é. O problema é que falta vagas em empregos que requerem uma especialização melhor. E o que acontece? Pessoas que tem Ensino Superior, por exemplo, vão trabalhar fora da área, de preferência em lugares onde se exige escolaridade mínima porque é onde tem mais chances de se sair com o emprego.
Como exemplo de como isso ocorre, venho comentar a notícia de que o concurso de garis no Rio de Janeiro teve um número considerável de candidatos com ensino superior, sendo que alguns já tem mestrado e doutorado. o.O
Confira a notícia aqui.

"Consegui me empregar como gari. IUPI!"

Faltou estudo pra essa gente? Não. Faltou oportunidade. Ao invés de se preocupar em aumentar o números de postos de emprego nas diversas áreas, se promove o crescimento em áreas que requerem menos especialização, como a construção civil, o comércio e etc. E as pessoas que tem mais escolaridade se veem obrigadas a se candidatar a esse tipo de empregos porque não existe vaga compatível com pessoas de seu nível de instrução. Acaba que o mercado fica pequeno demais para todo mundo apesar do crescimento.
Então, não basta criar empregos por criar. Tem que se criar condições para que pessoas das mais diversas escolaridades possam trabalhar em postos de trabalho compatíveis com sua instrução. Se isso acontecesse, não haveria essa canibalização do mercado, onde diversas pessoas disputam um vaga para varrer o chão, mesmo que tenham potencial para mais que isso.
A dica para o governo portanto é parar de tratar os empregos somente como números absolutos e ver as especificidades de cada área, para que todos os brasileiros tenham a oportunidade de trabalhar naquela profissão para a qual passaram a vida toda se preparando.
Abre do olho, governo.
Abraço.

3 comentários:

  1. Impressionante... e muito triste essa realidade, cara! Uma pessoa, pra chegar a fazer doutorado, tem de ralar e se dedidar muito aos estudos! Nem imagino o tamanho da frustração quando tudo isso não adiantou nada!!!

    Abraços o/

    ResponderExcluir
  2. Soubesses como tenho medo disso =/

    Terminar meus dias como chapeiro ou coisa pior... nada contra chapeiro, mas sou publicitário formado né!

    ResponderExcluir
  3. @Mestre Risada Forçada
    Somos dois! :~

    ResponderExcluir

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.