quinta-feira, 30 de abril de 2009

[Repostando] Alistamento militar: quem deixa pros últimos dias sempre se ferra.


Olá.
Hoje é 30 de abril. Data em que todo santo ano é o último dia para cumprir a obrigação mais maçante e mais ingrata na vida de um indivíduo do sexo masculino que completou ou completará 18 anos: o bendito alistamento militar.
E, como estamos no Brasil né, o povo só deixa para fazer o bendito alistamento na última semana. Resultado, dá melda!
Na época que eu fiz (em 2002) eu caí nessa besteira também.
Aqui em Fortaleza, o principal posto de alistamento é o lado de fora do Estádio Presidente Vargas (o popular PV). Quem passa pelo bendito alistamento sabe que tem que chegar muuuuuuuiiiito cedo (tipo acordar antes do Sol, sabe?) para conseguir uma das 100 senhas que eles disponibilizam para atender quem tiver de posse delas. Aí é aquela história. 4 e meia da manhã, fila dobrando a esquina e quase chegando no CEFET. Eu tive que quebrar a cara e ter que voltar outro dia pra perceber como era o negócio. Existe um coqueiro no meio do terreno enorme que fica entre o posto de alistamento e o portão de saída. Detalhe interessante: as senhas sempre acabam no último carinha de 18 anos que fica antes deste coqueiro. Aí, no dia seguinte à minha primeira tentativa, acordei supercedo e fui. Sucesso(!), consegui ficar na frente do coqueiro. Agora era só esperar a distribuição da senha, que acontece às oito da manhã(quando cheguei era 15 pras cinco). Após longa espera finalmente recebo a tão sonhada senha. Tudo resolvido, certo? Que nada. Agora tinha que esperar até às dez para começar o alistamento. A essa altura, já tava exausto. Para a sorte de quem tava lá, tinha um doidim tocador de gaita que animou o inóspito ambiente, cantando "I feel good". Era pra esperar até 10, certo? Errado. Esperamos até às 11, porque o tabelião resolveu dormir até um pouco mais tarde. Detalhe, a primeira fila ainda não era para o tabelião. Era pra medir a altura. Ou seja, peguei foi duas filas. E até chegar minha vez de medir a altura já era meio dia e quebrado (quebrado estava eu).Depois da medição, mais uma hora e meia até chegar ao tabelião e mostrar os documentos. Aí ele redige o documento do alistamento (um papel verde com uma das fotos 3x4 que você fornece). Então o tabelião te dispensa e você tem que esperar que a tiazinha registre e carimbe todos papéis dos alistados que estavam a sua frente até chegar no seu. Quando chega no seu papel, ela te chama, pede pra você sujar o dedão na almofada azul e você senta o dedão no papel e numa outra via que fica com eles. Pronto. Você está alistado grande merda! No meu caso, após 7 horas de espera.
Tudo isso para você não perder direitos como ingressar na faculdade, tirar carteira de motorista, tomar posse de vagas em concurso público, etc. E pra depois, você só ter que comparecer de novo para jurar a bandeira e ser dispensado.

Aqui temos um exemplo de juramento à bandeira. Só que eu jurei a bandeira numa quadra a céu aberto e no sol quente, ao contrário dos felizes jovens de 18 da foto.

Ou seja, você não fez serviço militar porcaria nenhuma.
No meu caso, eu não queria mesmo servir, pois tenho aversão às forças armadas. Maaaas, muita gente daria a vida pra servir ao exército e sair do desemprego servir ao país.
Eu se tivesse no exército, certamente seria como esses caras do cartum abaixo:Primeiro quadro: Coronel: - Soldado! Está disposto a morrer em combate?; Segundo: Soldados: - Não, meu coronel, quero ir com a minha mãe!

Na minha época eu consegui me alistar na última semana, mas por favor, caro leitor que ainda vai se alistar, não repita tal estupidez. Na grande maioria das vezes, pessoas que deixam pra última hora não conseguem e só pode se alistar no ano seguinte, pagando uma multa.
Se você tem dezoito ou vai completar este ano e ainda não foi se alistar, pode esquecer, meu filho.Vá só no ano que vem e pague a multa.
Enfim. Vá logo no mês de Janeiro, quando não existe fila.
Fica a dica.
Abraço.

Ps: Post publicado pela primeira vez em 30 de abril de 2008.

Um comentário:

  1. Rapaz, esse ano eu tive que me alistar, mas a cidade é pequena e tem na verdade um T.G. ou algo assim, é um saco. Pedi para ser dispensado e acho que elees vão me despensar, conto com isso. Além do mais eu passei na faculdade, acho que isso conta.

    ResponderExcluir

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.