quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

Amor sem fronteiras 3: Cãozinho das Índias

Olá.
Como diria uma certa Irmã Sofia: o mundo virou de patas pro ar.
Sim. A notícia que trago agora, além de bizarra, me parece aproveitar a hype da nova novela das 8, por se passar na Índia.

................................................................................Yoga fire!!!


E revela um costume, no mínimo, diferente.
O povo deve estar achando um absurdo esse negócio de os pais casarem os filhos de forma arranjada e por escolha única e exclusiva dos primeiros. Se o filho gostar, bem. Se não, só lamento.
Só que a infeliz dessa reportagem teve menos sorte que a maioria.
Ela, aos 10 anos de idade, foi obrigada a juntar seus trapinhos e sua escova de dentes com um cachorro (!).
Sim. E o casório já ocorreu.

"Ah, tá! Um cachorro pode casar com uma menina de 10 e eu, Camelo, não posso namorar uma de 16. Nosso país é muito atrasado! Afff..."

Bem, a justificativa para tal ato é que a família deseja espantar os maus espíritos, já que os animais são considerados deuses por lá. E ainda é dito que a menina, mais tarde poderá se casar com alguém de sua espécie ainda, sem a necessidade de um divorcio (acho que depois que o canino morre, afinal, a vida de um cão é curta e a poligamia não é tolerada por lá).
Uma coisa que me deixou curioso e acho importante que as pessoas saibam e a reportagem não informou. Em todas as culturas que eu conheço, inclusive a nossa, o casamento precisa ser consumado com o ato sexual. Será que eles trancam a pobre menina com o cão para a lua-de-mel?
E quem tem ou já teve um cão, sabe que um cão, quando tá no cio, não dispensa é nada. Teve forma e ocupou lugar no espaço, ele pega mermo!

AUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUUU!

Cara, morri.
Ainda bem que estamos no Brasil, e só podemos casar com cachorra, galinha ou perua se quisermos.
Hehe.
Abraço.

6 comentários:

  1. Estas produções televisivas estão mesmo abaixo da crítica.
    Cadinho RoCo

    ResponderExcluir
  2. "Ainda bem que estamos no Brasil, e só podemos casar com cachorra, galinha ou perua se quisermos."

    UASHUSHUASH

    ____________

    Ah, Welton! Não vale! Eu já fiz uma postagem desse casamento, só que tá programada pra amanhã. Ainda bem que o foco foi outro.

    ResponderExcluir
  3. No Brasil tem um caso parecido: Emanuel, do BBB casou com uma Piranha. fikdik

    ResponderExcluir
  4. Gostaria de propor uma parceria, aceita?

    ResponderExcluir
  5. Meu, e eu que naum consigo nem isso?????? Vou p/ india.

    ResponderExcluir

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.