segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

Uuuuuuuuuuuuh!

Olá.
Pra quem não entendeu o título, trata-se de uma interjeição usada no futebol quando um atacante chuta a bola em direção ao gol e a bola não entra, geralmente, indo pra fora. Já explico porque usei essa interjeição aqui.
Bem, saiu nos jornais de todo mundo a última visita de George W. C. Bush ao Iraque, marcado por um fato, digamos, curioso.
Enquanto o futuro ex-presidente dos EUA cagava pela boca discursava, um repórter iraquiano parte pra ignorância e atira os dois sapatos contra ele.

........................................................................."Joga a mãe!"

Confiiiira comêgo no Rêpley:



Uuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuuhhhh!


O que eu tenho a dizer sobre o assunto?
Achei um absurdo!
É REVOLTANTE!
Porque o repórter não atirou em Bush com o revólver? Ele não iria se lascar de qualquer maneira? Que se lascasse com classe!
E como é que que o cara consegue atirar dois sapatos e não acertar com nenhum? Brincadeira!
Maaaas, brincadeiras à parte, isso só demonstra o sentimento geral do povo iraquiano. Os EUA bancaram uma insurreição para derrubar Saddam Hussein sem ser solicitado pelo povo iraquiano. Claro, não sou a favor de Saddam, pelo amor de Deus, mas se fosse para derrubar o homem, o próprio povo teria o feito. Bush e sua turma não tinha nada que meter o nariz onde não foram chamados.
E após isso, ao invés de deixar o povo iraquiano reconstruir o país com as próprias mãos e decidirem sozinhos os rumos do país pós-ditadura, eles colocaram alguém de confiança para conduzir o "retorno do povo iraquiano à democracia" de forma a não prejudicar os interesses norte americanos na região que todo mundo sabe qual é, não preciso repetir aqui. Pra completar, eles ainda colocaram as forças armadas americanas e de outras nações aliadas sob o pretexto de garantir a paz e a ordem, quando na verdade, os soldados não fazem outra coisa a não ser torturar e até matar a população inocente (ou você é daqueles que acham que só tem terroristas lá? Seria o mesmo que dizer que o Rio de Janeiro só tem traficante, não concorda?).
E você achava mesmo que o povo iraquiano está feliz com a ocupação americana?
Claro que não, né? Prova disso são os constantes protestos e manifestações que ocorrem por lá, culminando com essa aí do sapato. A sapatada não foi um protesto isolado, amigo. Foi o sentimento de uma nação.
E com certeza, muita gente no mundo compartilha desse sentimento.
Maaaaas felizmente, como disse o repórter, foi o beijo de adeus ao cachorro Bush. São os últimos dias de um presidente que, na minha humilde opinião foi o pior presidente que já vi governar um país (até o FHC foi melhor que ele). O cara se preocupou mais de brincar de guerra do que em governar o país, prejudicando não só os iraquianos, mas o próprio povo que governa. Isso é inadimissível.
Esperamos então que o novo presidente, Barack Obama decida finalmente acabar com a Guerra do Iraque e deixar aquele povo caminhar com as próprias pernas. Não se tratam de terroristas, e sim de um povo honesto, fiel aos seus costumes e trabalhador e podem sim reconstruir o país sem a "ajuda" americana. E que o novo presidente governe verdadeiramente para o povo que o elegeu e não para a caça ao petróleo aos terroristas, como fez o senhor Bush.
E sim, lamentei profundamente que os sapatos não acertaram Bush. É sério.
Abraço.

Um comentário:

  1. Soh até agoura naum entendi como ele foi tão rápido. Bush treina em casa. Soh pode.

    ResponderExcluir

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.