segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

Se eu pudesse eu vendia era por mil! [ /Jeremias mode]


Olá.
Como todos sabem, Brasileirão tá na reta final.
E o São Paulo é o virtual campeão, embora o Grêmio ainda tenha chance. Digo isso porque o São Paulo só precisa de um empate para levantar a taça do hexa.
Esse pontinho precisa ser arrancado do Goiás em Brasília (Goiás detém o mando de jogo). Ou seja, tal jogo é encarado como uma final.
Os dirigentes do Goiás, muito vivos por sinal, decidiram fazer sua própria festa em cima da futura festa dos outros.(Você está sentado?Se não, recomendo que sente.).
E decidiram vender os ingressos da "final" a 400 reais!


Isso mesmo. 400 contos pra ver aquele time chato do São Paulo pegar aquele time ridículo do Goiás.
E isso é apenas parte da esperteza. O dirigente do clube esmeraldino, o sr. Marcelo Segurado, ao contrário do que é praticado normalmente,decidiu não limitar a cota de ingressos para os torcedores do time visitante, no caso, o São Paulo. Ou seja, é possível que se venda mais ingressos a torcedores do São Paulo do que para torcedores do Goiás (isso existe?).
Isso se chama marketing de oportunidade, meu caro leitor. Se fosse em qualquer outra ocasião, certamente seria uma falta de absurdo vender ingresso a 400 contos. Maaaaaas, tente se colocar no lugar de um são-paulino(ui). O seu time está prestes a ser campeão e de alcançar de um vez só, duas marcas históricas: ser primeiro e único hexa após ser primeiro e único penta (não sou eu que tô dizendo, é a CBF) e ser o primeiro e único time a ganhar três brasileirões consecutivos. Você, se for um torcedor apaixonado e fanático, certamente daria até sua bunda vida para assistir à decisão, quanto mais 400 reais. É esse tipo de trouxa torcedor que os dirigentes do Goias querem fisgar. E vão conseguir, porque torcedor brasileiro em geral é louco pelo time de coração.
Ou seja, mesmo que não tenha festa lá no São Paulo, vai ter no Goiás, afinal, o bicho dado aos jogadores após a partida vai ser alto. E os cofres do clube vão encher da noite pro dia.
Maaaaaas, embora o Grêmio ainda tenha chances (precisa vencer e torcer pro São Paulo levar um chocolate do Goiás), é dificil acreditar que a Taça não vá pro Morumbi.
E já tem jogador são-paulino se preparando pra festa do hexa:

"Ai, mulher! Domingo já é a final e preciso estar di-vi-na! Vou pro salão de beleza, pra manicure,pra academia malhar meus glúteos, usar minha chuteira da Hello Kitty e comprar uma lingerie nova, porque vai ter festa escândalo no vestiário e ainda vou esticar na buatchi depois! Não sou mais bi não, amô, sou é hexa!"

E eu concluo agora, resumindo todo o post em uma única frase: São Paulo e Goiás tem tudo para ser o jogo dos dois campeões: o de futebol e o de renda de bilheteria.
Abraço.

PS: A CBF e o São Paulo devem recorrer no PROCON para baixar o preço do ingresso.

PS 2: Eu acho mais vantajoso pegar esse dinheiro que seria para comprar o ingresso desse jogo e comprar a X-ray Vision Camera Lens (reveja o post anterior).

UPDATE: Após muita reclamação por parte da CBF, o ingresso do jogo baixou. Maaaas, só um pouquinho:
R$ 250 (cadeira coberta), R$ 200 (cadeiras laterais) e R$ 150 (cadeiras nos fundos do gramado).

Um comentário:

  1. bacana... 400 reais pra ver uma porqueira dessas. Enfim, sobre as lentes "inconvenientes" tenho um amigo que está há dois anos querendo comprar uma... e do jeito que ele não vale nada, vai acabar fazendo... dinheiro ele tem.

    bjok!

    ResponderExcluir

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.