segunda-feira, 24 de novembro de 2008

Marcelo "Papa-anjo" Camelo

Olá.
Parem o mundo agora que eu vou descer!
Vou comentar uma notícia recente que, quando eu vi, juro que quase caí pra trás.
Eis que abro o computador, não o meu, mas o do meu primo, deparo com uma notícia que, apesar de meio que já estar na cara, eu me surpreendi negativamente.
Quem me conhece sabe que eu curto Los Hermanos. Inclusive boicotei de propósito o show de Marcelo Camelo por não querer apoiar sua carreira-solo, pois, se ela der certo, Los Hermanos podem nunca voltar. Maaaaas, isso não vem ao caso agora.
No bendito show que teve aqui em Fortaleza, uns amigos me contaram que o show teve a participação especial da menina-prodígio (calma, não é a Maísa) Mallu Magalhães que, com apenas 16 aninhos ganhou um belo espaço no cenário musical do nosso país varonil. E teve gente que realmente achou esquisito o excesso de carícias que o barbudo dispensava à jovem cantora. Maaas, ninguém chegou a levantar suspeita sobre os dois.
Não sei se e porque eu sou uma pessoa quase que livre de maldade, mas achei que era só parceria musical. Afinal, isso é comum no meio artístico.
Feliz engano, doidim! E não é que ligo o PC do primo, abro na Globo. com (sempre entro na página principal antes de entrar na página do Globo Esporte) e me deparo com essa manchete:

Mallu Magalhães e Marcelo Camelo assumem romance

................................................................"Aqui no palco não, bebê!"

Jesus, apaga a luz!
Cara, é natural sim que uma jovem como esta possa se apaixonar por Marcelo Camelo, afinal, o cara é cantor famoso e adolescentes sonham em ter relações amorosas com seus ídolos (tenho duas irmãs do sexo feminino e sei muito bem o que é isso). Agora o que me surpreendeu foi um cara como Marcelo Camelo, do alto de seus trinta anos e já tendo deparado com todo tipo de mulher possível, se joga de cabeça (sem trocadilhos, por favor) numa relação com uma criança.
E logo Mallu Magalhães, que nem jeito de mulher tem ainda!
E o jornalista ainda colocou a seguinte fala da teenager: “Não vejo problema nenhum com essa história de idade. Isso existe?"
Alguns podem até falar: "Verdade, que povo preconceituoso!" Maaaas, pessoas, vamos ser racionais, pelo amor de Deus.
Não estamos falando aqui de diferença de idade. A questão não é essa. O que eu quero que vocês compreendam é que não se trata de uma relação saudável. Trata-se de um homem feito e de uma criança. Isso por si só é imoral e ilegal. Essa menina ainda não tem nem definidos o seu caráter, sua personalidade e sua maturidade. Ela tem que descobrir essas coisas aos poucos e com pessoas de sua faixa etária, que tem as mesmas dúvidas que ela. Envolver-se com um homem de 30 anos pode trazer, inclusive, danos irreparáveis ao seu psicológico.
E me admira muito os pais dessa criança permitirem um negócio desses. Por mais gente boa que Camelo possa ser ( não sei se ele o é), ele não pode ter um caso amoroso com uma menina dessa idade e com as características tão infantis que são caras à Mallu Magalhães.
Não me peçam para apoiar um negócio desses. Trata-se, inclusive, de crime. E não venham com essa história de que ela foi quem seduziu o cara. Afinal o adulto da história é ele e teoricamente, ele que tem que ter o discernimento para tomar a atitude correta.
Eu ainda admiro o Marcelo pelo musico que ele é. Maaaas, ele caiu bastante no meu conceito após essa história.

................................................Camelo, vai atrás de mulher, seu tarado!

Desculpe o destempero caro leitor, mas eu falo o que sinto.
Abraço.

PS: Desculpem a ausência. Tive uns problemas, mas volto a postar regularmente a partir de hoje.

7 comentários:

  1. Estou lendo Lolita de Valdimir Nabokov...
    ... Mas não, não quero fazer nenhuma associação.

    Minha opinião sobre isso é: jogo de marketing (chamar atenção para vender mais CD´s, DVD´s e Ingressos para os shows de ambos).

    Beijos.

    ResponderExcluir
  2. Enquanto algumas menininhas piram com Rebelde/High School Musical, outras sijogam nos braços de marmanjões barbudos de 30 anos...

    A juventude de hoje é realmente um grupo de extremos...

    P.s.: Concordo com a moça do Liquidificadorizando. Já já tem canção da nem-mais-tão-moça em novela da Globo (ou mesmo do Marcelão)...

    ResponderExcluir
  3. Ok...
    Agora sim já vi de tudo...

    Medo da quantidade de menininhas de 15 anos que estão chorando agora por causa dessa notícia...

    Nojo.

    ResponderExcluir
  4. 1. Acho bonitinho o casal. Não vejo nada de mal, e não critico o Dromedário... ops, Camelo, pelo namoro.

    2. Pois é... tô dando uma trégua pro selinho da Carol... hihi

    ResponderExcluir
  5. Cara você ficou abalado com a notícia mesmo hein ? rsrs. Mas não esquenta, afinal, que interesse teríamos sobre o assunto em questão ? Sério mesmo. NADA. Eu vejo o seguinte, se não tivesse a tal da fama aí no meio, ninguém iria se ligar e outra coisa: Nosso código penal é ultra ultrapassado. Ou você acredita mesmo que todo mundo faz sexo depois dos 18 anos. E outra "questãozinha": deveríamos nos preocupar sim com o movimento funk, que principalmente no Rio de Janeiro, levas as crianças e adolescentes a drogadição, apoio ao tráfico ( hoje em dia estão torcendo pelas facções como se fossem clubes de futebol ) e a banalização do sexo.
    Parabéns mesmo pelo blog.
    adorei o título.
    Abraço.

    ResponderExcluir
  6. Shiryu tô contigo (e com a galera aê). Situação...

    ResponderExcluir
  7. Ah! Shiryu só para te informar. Não faz nem tanta diferença assim... Mas, te digo, eu fui ao show do Marcelão aqui em Fortaleza e a tal "menina prodígio" não veio a nossa cidade não, viu? Ele cantou a música janta (eita!) sozinho, tá? Te informaram errado mas eu estou lhe dizendo. Devem, acho, ter comentado o show que houve em Recife.

    ResponderExcluir

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.