quinta-feira, 6 de novembro de 2008

E o negro atinge o topo do mundo



Olá.
Não podia deixar de vir aqui para dar meu parecer sobre a vitória avassaladora de Barack Obama, agora o primeiro homem de cor a governar a Casa Branca e por que não dizer, o mundo.
Apesar da previsão de muitos pessimistas, que apostaram que McCain ganharia devido ao suposto conservadorismo e ao racismo do povo americano, Obama confirmou as pesquisas e as tendências da mídia e venceu uma eleição que, graças à sua figura, por si só, já era histórica. E acabou se torando um fenômeno das urnas, atraindo até mesmo uma parcela da população que não costumava votar.
E Obama representa neste momento a mudança que o país carece, por já estar saturada da política econômica-social-militar desastrosa de George W.C. Bush. Ele tem idéias de centro-esquerda, coisa que não era peculiar à maiorias de seus antecessores. Por isso, acusaram-no até de comunista.
Claro, a euforia foi grande. Maaaaas, agora Obama está diante da maior crise econômica que mundo já viu, vai assumir um país que mantém uma ocupação ao Iraque e espera-se que ele tome um posicionamento em relação a esses assuntos.
Os desafios são imensos.
Obama ganhou carta branca do povo americano ( e até do mundo todo). Será que ele está mesmo preparado para governar a maior nação do mundo?
Isso só o tempo dirá, pois, às vezes (quase sempre) as ilusões se acabam e a carruagem vira abóbora. E o príncipe vira sapo. E o revolucionário, mensaleiro.

................................................................"Não é verrrrdade!"

Maaaas, fica aqui minha sincera torcida para que Obama faça o melhor governo possível. E que sua eleição seja vantajosa não só para os seus compatriotas, mas para todas as nações, já que, querendo ou não, os EUA ainda são a maior potência mundial. O mundo depositou confiança. Então, que ele faça por merecê-la
Uma coisa é certa: pior que Bush não dá pra ser, certeza.
Abraço.

4 comentários:

  1. Seu comentário: oxe, se vc é tão talentosa como afirma, podia ter insistido no futebol.
    tá certo q o futebol feminino aqui no Brasil não tem o devido apoio, mas acho q valia a pena a tentativa.

    - - - - - - - - - -

    Eu tentei.. te juro isso! Chorei, gritei, berrei.. mas não deram mt bola p/ mim por causa disso mesmo. E naquela época Marta ainda não era conhecida... na verdade não era conhecida ninguém da seleção.. futebol feminino era uma coisa fora do Brasil.. entende? =/

    Futebol de Mini-saia - Thainá Vivas

    ResponderExcluir
  2. oi welton! Então, tb espero que de fato ele seja a mudança que todos esperam, tanto os norte-americanos quanto o mundo! Cara, só sei que é muita responsabilidade... Mas, vamo que vamo e boto fé no homi!!!
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Bem, naum sei se eu sou muito pessimista naturalmente, má tão botando muito fé em um homi soh.

    ResponderExcluir
  4. O discursso dele tá a coisa mais enjoativa de toda a face da terra.

    ResponderExcluir

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.