quinta-feira, 11 de setembro de 2008

Automóveis f*didos(ou o fascínio dos brasileiros por nomes estrangeiros)

Olá.
Vi uma coisa muito engraçada e confesso que duvidei quando vi pela primeira vez.
Vi lá no Réptil desdentado (que, seguramente, viu em outro lugar), uma concessionária com um nome, bem, digamos, f*dido:


Eu achei que era putaria montagem, sei lá. E eu gosto de investigar as coisas, aí fui pesquisar no Google.
E a tal concessionária realmente existe, senhores. Taqui o site deles:
www.fiatfuck.com.br

Nome f*da, não? Eles devem f*der com os clientes.
O pior é que eu não consigo saber se o cara botou o nome da empresa de propósito ou porque é uma palavra legal em inglês, pois é comum no Brasil as pessoas batizarem empresas e até de pessoas com nome estrangeiro sem sequer saber o que significa.
Um exemplo de pessoa com nome estrangeiro que a mãe deve ter ouvido e achado bonito é o do jogador Jessuí. E Jessuí é estrangeiro, você pergunta? É sim! Só que foi aportuguesado e vem da expressão francesa "je suis" que em português quer dizer "eu sou". Já pensou se colocam em português mesmo? O cara se chamaria Eussou.


Jessuí, grande atacante, já atuou pelo Fortaleza e hoje joga no futebol romeno. O cara é famoso, sim. Famoso o suficiente para ter artigo na Wikipedia.

Maaaaas, pelo menos, neste caso, a tradução é inocente. Quanto à tradução do nome da concessionária, bem, er............................................................................prefiro não comentar.

Abraço.

2 comentários:

  1. Geeeeeeeeeeeeeeeeeeeeente... não existe mais moda pra inventar no mundo... Oh God!

    Ei... tem um selinho pra vc lá no Conjunto de Palavras

    :***

    ResponderExcluir
  2. Menino! Foi o MC Créu que montou essa concessionária?

    ResponderExcluir

A partir de agora, todos podem comentar no blog, incluindo os anônimos. Contudo, para a sua segurança (e para a minha, claro), ele serão moderados. Só passarão os comentários relacionados ao assunto do post. Comentários com ofensas ou agressões não são bem-vindos. No mais, aproveite. Este espaço também é seu. Sabendo usar, não vai faltar.